ESPAÇO CULTURAL DO CHORO: A ESCOLA BRASILEIRA DE CHORO RAPHAEL RABELLO

O Choro é considerado o gênero musical que expressa de forma mais rica e autêntica a música instrumental brasileira. A Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello trabalha formando músicos para manter vivo e divulgar o legado de mestres como Pixinguinha, Garoto, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e Pernambuco do Pandeiro, entre outros.

Com o ensino do choro, é possível preservar e dar a devida importância à cultura do Brasil, perpetuando para diferentes gerações o conhecimento do gênero seminal da nossa música popular. A Escola oferece aulas de instrumentos, aulas teóricas e práticas em conjunto, além de workshops ministrados por alguns dos maiores músicos brasileiros. Realiza rodas de choro mensais e ainda oferece momentos de intercâmbio cultural e troca de saberes, configurando-se como um ponto de encontro para chorões de todas as idades que se reúnem diariamente em rodas informais no pátio do Espaço Cultural do Choro, em Brasília.


HISTÓRIA

Primeira escola dedicada ao ensino do choro no Brasil, a Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello foi criada em Brasília, no dia 29 de abril de 1998, pelo músico, jornalista e produtor cultural Reco do Bandolim.  A Escola abriu as portas oferecendo inicialmente cursos de instrumentos como bandolim, cavaquinho, pandeiro, saxofone e violão de seis e sete cordas. Posteriormente foram acrescentados outros instrumentos como gaita, viola caipira, violino e acordeon , além de cursos de musicalização para crianças entre seis e 11 anos, história do Choro e música e cultura popular brasileira.

crédito: Telmo Ximenes


NÚMEROS

Desde sua fundação, a escola vem se modernizando e investindo em estrutura, cursos e professores para atender ao número crescente de novos alunos a cada semestre. Todo esse cuidado e primazia pela alta qualidade do ensino se reflete na credibilidade da instituição, que é hoje uma referência no Brasil.

  • Mais de 1.100 alunos
  • Cerca de 350 novas matrículas por semestre
  • Mais de 80 alunos formados atuando profissionalmente
  • 20 opções de cursos disponíveis
  • 25 professores

crédito: Renata Samarco

 

SEDE DA ESCOLA

Inaugurado em 2011, o Espaço Cultural do Choro foi projetado por Oscar Niemeyer e possui mais de dois mil metros quadrados de área construída no Setor de Divulgação Cultural. O local abriga o Clube do Choro de Brasília, onde são realizados mais de 200 shows por ano, e a Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello, que possui uma estrutura completa voltada para o ensino, com salas de aulas e cabines de ensaio.

O Espaço Cultural do Choro, que inclui a Escola e o Clube, é o maior centro de aprendizado e difusão do Choro no Brasil. Reconhecido como uma das mais importantes instituições culturais do país, foi tombado pelo GDF como Patrimônio Imaterial de Brasília e agraciado com a Comenda da Ordem do Mérito Cultural da Presidência da República.

 

crédito: Renata Samarco

Com a preocupação de qualificar o aprendizado dos seus alunos, a Escola oferece uma estrutura completa para os diferentes tipos de estudantes:

  • 2 salas de aula com capacidade para 50 alunos
  • 8 salas de aula com capacidade para 80 alunos
  • 10 salas para prática de instrumentos
  • Salas para ensino de teoria e reuniões de professores e alunos
  • Café Musical: espaço para cultura da cidade e prática de choro entre alunos